Matéria produzida por:
Allan Montenegro - Taizen Saint Seiya.
 
 
 
 
 
 

CRONOLOGIA Parte III

FEBO ABEL E OS CAVALEIROS DA COROA

 

Image hosted by Photobucket.comSurge um estranho perante Saori Kido, Febo Abel (Phoebos Abel), antigo Deus Sol. Na Era Mitológica ele assumiu o posto de Deus do Sol e como era muito poderoso, subjugou o planeta a sua vontade. Por causa de suas ambições, Abel foi eliminado por deuses como Zeus e Apolo aliados a outros deuses, destituído de sua posição de Deus Sol e selado no Tártaro. O nome de Abel havia caído no esquecimento da História humana, até que os deuses do Olimpo o trouxeram de volta com a missão de eliminar os corruptos humanos que vivem na Terra.

Abel não veio sozinho, trouxe consigo três dos mais poderosos Cavaleiros deImage hosted by Photobucket.com Atena do passado: Atlas de Carina, Jau de Lince e Berenike de Cabeleira de Berenice. Ambos receberam as Armaduras Sagradas da Coroa, que não pertencem nem a categoria do ouro, prata ou bronze. Os Cavaleiros de Ouro que morreram na batalha das 12 casas também ganharam nova vida e receberam as Armaduras de Ouro tomadas pelo poder de Abel. 

Saori renegou Seiya e seus amigos e aparentemente se resignou ao destino da Terra imposto por seu irmão mais velho, Abel. Porém, Atena se ergue contra o maligno filho de Zeus e é aparentemente eliminada. Shura e Camus se rebelam contra Abel e são eliminados pelos Cavaleiros da Coroa. Seiya e os outros sentem o cosmo de Atena sumir da face da Terra e partem para o Templo da Coroa do Sol, na Grécia.

Image hosted by Photobucket.com Image hosted by Photobucket.com Image hosted by Photobucket.com

Lá, Seiya e os outros enfrentam os Cavaleiros da Coroa e os demais Cavaleiros de Ouro que ficaram do lado de Abel. Saga revela a Seiya que o espírito de Saori ainda não entrou no Mundo dos Mortos. Para trazê-la de volta a seu corpo, os Cavaleiros de Bronze devem impedir Abel que está usando seu cosmo para guiar o espírito de Atena através da encosta da morte,  direto aos Campos Elísios, para sempre.

 

Após duras batalhas e a morte dos demais Cavaleiros de Ouro fiéis à Abel, os Cavaleiros de Bronze derrotam os Cavaleiros da Coroa e com a ajuda das armaduras de Ouro de Sagitário, Aquário e Libra. Seiya, Hyoga e Shiryu chegam até Abel e com a união dos cosmos dos cinco Cavaleiros de Bronze Atena é salva, seu espírito se livra da influência de Abel e retorna para o confronto final. Seiya supera todos os sentidos e se equipara por um breve momento ao cosmo divino de Abel e com uma flechada, o falso Deus Sol é eliminado e enviado ao Tártaro novamente.
 

OS GUERREIROS DO ARMAGEDON: A BATALHA CONTRA LÚCIFER E OS SAGRADOS ANJOS DO MAL


 Image hosted by Photobucket.com

Os malignos cosmos de Abel, Poseidon e Éris chegam às profundezas abaixo do Tártaro e despertam novamente, no Mundo do Demônios (Makai), Lúcifer. O maligno rei dos Demônios ganha um corpo mortal e volta à Terra acompanhado de quatro anjos decaídos do Mundo Celestial (Tenkai) assim como ele. Os Sagrados Anjos do Mal (Sei Ma Tenshi), Serafim Belzebu, Querubim Ashitarote, Trono Moa e Virtude Eligor, atacam Mú, Aldebaran, Aiolia, Shaka e Milo e os derrotam facilmente.

No passado, Lúcifer se rebelou contra os deuses e foi expulso do Céu (Mundo Celetial - Tenkai), junto com ele foram outros anjos decaídos. Desde então, Lúcifer e seus Guerreiros do Armagedon vem à Terra, mas são detidos por seres de várias religiões e de diversas mitologias como Atena, o Arcanjo São Miguel e o deus hindu Marishiten.Image hosted by Photobucket.com


Agora, tomado pelo espírito de vingança, Lúcifer ameaça destruir o nosso mundo com o poder de Abel, Poseidon e Éris. Somente com o sacrifício de Atena a Terra seria poupada. Seiya, Hyoga e Shun são derrotados também e vão parar no hospital. Logo Shiryu se junta à eles e alerta para a ida de Atena ao Pandemonium, erguido numa montanha ao Norte do Santuário da Grécia.

Ikki de Fênix também se junta a seus irmãos de bronze e mais uma vez uma terrível batalha acontece. No final, os Sagrados Anjos do Mal são vencidos e com a união dos cosmos de todos os cavaleiros vivos ou não, as trevas do Pandemonium são dispersas e Lúcifer fica vulnerável. Usando a flecha da Justiça da Armadura de Sagitário, Seiya envia o espírito de Lúcifer e os cosmos de seus malignos aliados direto para o Tártaro.

O Pandemonium vem abaixo, mas Atena e seus cavaleiros saem com vida e juram continuar protegendo este mundo.

A NOVA GIGANTOMACHIA

Algum tempo já se passou desde a revolta de Saga e a ameaça dos deuses. Saori, a deusa Atena, vive em paz junto com os humanos e alguns de seus Santos Cavaleiros no Santuário. Eles continuavam diariamente levando uma vida merecidamente pacífica, até que numa determinada noite, repentinamente, ocorre um incidente. O Cavaleiro de Prata Nicol de Altar, juntamente com Shun de Andrômeda, presenciam em meio a um espetáculo teatral um ataque sangrento que termina com a morte de alguns inocentes. Após um breve combate, os mesmos estranhos atacam o observatório do Santuário da Grécia. A mulher Cavaleiro de Bronze Yuri de Sextante, uma oficiante que vive para contemplar os avisos das estrelas, é atacada e seqüestrada.

Quando Seiya aparece para ajudar, ele enfrenta estranhos guerreiros usando uma estranha armadura, é a Adamas, a marca de um Giga. Surge a Família dos Gigantes: Toas, o Trovão Célere; Pallas, o Espírito Parvo; Ágrios, a Força Bruta; e o seu líder Encélado, o Brado de Batalha Selado. Ambos portando as poderosas Adamas, as Armaduras com a dureza de diamante. Os Gigas são seguidores do deus Typhon, que havia sido selado por Atena em tempos antigos, no final da terrível batalha chamada "Gigantomachia". O selo permanecia no monte Etna, na Sicília e com o surgimento desse novo inimigo, Seiya e os outros são enviados para checar o selo e salvar Yuri.

Assim como Seiya, surge um jovem que era um dos 100 filhos de Mitsumasa Kido enviados a todas as partes do mundo para tornarem-se cavaleiros. Seu nome é Mei e viveu na Sicília todo esse tempo, porém não se sagrou como Santo Cavaleiro e agora agia como agente do Santuário. Seiya e Shun são guiados por Mei através da Sicília. Embora estivesse na Sibéria, Hyoga logo se junta a Seiya e seus amigos que estavam lutando na caverna subterrânea onde Yuri é prisioneira. Entretanto, era uma armadilha. O único meio de Typhon reviver com perfeição é sacrificar o cosmos e o sangue dos cavaleiros. Mei revela-se estar possuído pela Vontade Divina de Typhon. Seiya, SHun e Hyoga caem na armadilha dos Gigas. Todo seu cosmo tem sido sugado pelo Santuário subterrâneo do Etna para fortalecer Typhon. Atena surge para proteger os cavaleiros, Typhon sacrifica os Gigas Toas e Agrios para aumentar seus poderes e tenta transferir sua alma para o corpo de Encélado.

Mei tenta se livrar do domínio de Typhon, e à beira da morte, acaba despertando sua Armadura Sagrada, Cabeleira de Berenice (Coma Berenices).  Porém, a nova luta apenas começou. Não havia nenhum registro sobre as antigas Gigantomachia. Sabe-se que não é uma Guerra Santa, não passa de uma luta sem ideais nobres, um confronto entre espécies pela supremacia. Com a grande erupção do vulcão Etna o lacre perdeu sua forma e Typhon surgiu. A Terra em breve será completamente coberta pela cinzas e um grande efeito estufa eliminará a vida no planeta.

Possuindo o corpo de Encélado, o líder dos Gigas, Typhon revive, entretanto sua recuperação ainda não está completa. Na procura dos Gigantes pelo mundo, Shun chega ao pequeno vulcão asiático, o Monte Alima, dá de cara com os três filhos de Typhon: Orthros o Maléfico Cão de Duas Cabeças; Ladon, o Dragão de 100 Cabeças; e Quimera, a Besta Composta.

A corrente quadrada, capaz de atravessar as dimensões, é enviada por Shun até Atena, como um aviso de perigo. Recebendo a proteção divina do sangue de Atena sobre suas armaduras, Seiya, Hyoga e Shiryu lutam para salvar Shun derrotando os três filhos de Typhon respectivamente. A esposa de Typhon, Echidna, a única mulher entre os Gigas, carrega em seu ventre o verdadeiro corpo de Typhon. Porém, Ikki de Fênix surge para salvar Shun e enfrentar Typhon. O corpo do deus é destruído pelas chamas de Fênix antes de se formar.

As batalhas são terríveis, Yuri e Nicol morrem, Seiya e seus amigos ficam extremamente feridos ao acabarem com os Gigas. Mei, discípulo de Máscara da Morte, o Cavaleiro de Ouro de Câncer, tem o poder para selar Typhon. A armadura usada para selar Typhon no passado, Cabeleira de Berenice, que não pertence nem ao ouro, prata ou bronze, é o novo selo de Atena. Mei, que escapa, utiliza as afiadas "Linhas de Oricalco", Mei cria um "Casulo do Tempo", e mesmo morto, sela Typhon por tempo indeterminável.


A QUEDA DA TORRE DAS 108 ESTRELAS MALIGNAS: UMA NOVA GUERRA SANTA CONTRA HADES E SEUS ESPECTROS

Em Rozan, China, Dohko de Libra, vigia a Torre das 108 Estrelas Malignas. Após um pesadelo onde Atena é decapitada, o Mestre Ancião percebe que o selo de Atena perdeu o efeito. A Torre desaba e os espíritos dos 108 espíritos malignos fogem e possuem novos corpos humanos. Usando as Sobrepeliz (Surplice), surgem os Espectros de Hades, Imperador do Mundo dos Mortos (Meikai).

 Image hosted by Photobucket.com

O Santuário é atacado por Máscara da Morte, Afrodite, Camus, Shura e Saga, revividos junto com o antigo Mestre do Santuário, Sion de Áries. Enquanto isso, Seiya, Shiryu, Shun e Hyoga recebem a visita dos revividos Cavaleiros de Prata: Moses de Cetus, Misty de Lagarto, Bebel de Centauro, Dios de Mosca, Sírius de Cão Maior, Algeti de Herácles; Algol de Perseu; Dante de Cérberos e Capella de Cocheiro. Porém, era apenas um teste para Seiya e os outros.

Image hosted by Photobucket.comUm grande choque acontece entre os Cavaleiros de Atena e os Espectros no Santuário. OsImage hosted by Photobucket.com renegados do Santuário revelam suas verdadeiras intenções após as supostas mortes de Shaka de Virgem e Saori. Antes de morrer novamente, Sion revive as armaduras de Seiya e seus amigos com o sangue de Atena. Ele também revive a armadura de Atena e a entrega aos Cavaleiros de Bronze. E eles partem para encontrar com Atena no Mundo dos Mortos.
 


O combate transfere-se para a Alemanha. Seiya e os outros, com suas novas armaduras, consegue atravessar a entrada a boca do Inferno e chegam ao outro mundo onde enfrentam dezenas de Espectros. Entretanto a batalha torna-se equilibrada quando o irmão de Saga e outrora General Marina de Poseidon, Canon, assume o posto de Cavaleiro de Ouro de Gêmeos. Além do mais, surge Orphee de Lira, um, cavaleiro de Prata muito poderoso, que também se une aos invasores do Mundo dos Mortos. Shun descobre que foi escolhido desde criança para ser o receptáculo da alma de Hades. A sacerdotisa Pandora torna o fato concreto. Ikki de Fênix aparece para resgatar seu irmão e ajudar os demais aliados de Atena à enfrentar os Grandes Juízes das Trevas (Kyoto).

 Image hosted by Photobucket.com Image hosted by Photobucket.com Image hosted by Photobucket.com Image hosted by Photobucket.com

Com a ajuda de Atena, Shun volta ao normal. Hades leva Atena aos Elísios e os Cavaleiros de Ouro se erguem da morte para destruir o intransponível Muro das Lamentações que leva ao Paraíso. Seiya e seus amigos atravessam a dimensão além do Muro das Lamentações e chegam aos Elísios. Atena está presa e tendo seu sangue absorvido por um enorme vaso, resistente até mesmo aos poderosos raios e trovões de Zeus. Os planetas da Via Láctea se alinham para que um Grande Eclipse bloqueie a luz na Terra, tornando-a um mundo morto.

Image hosted by Photobucket.comOs deuses inferiores, Hypnos, o Sono; e Tanathos, a Morte; colocam-se no caminho dosImage hosted by Photobucket.com Cavaleiros de Bronze. Para superar estes poderosos oponentes, Seiya e seus amigos elevam seus cosmos além dos oito sentidos e tocam a Vontade Divina. As Armaduras de Bronze evoluem para um tipo de armadura poderosa, o mais próximo das lendárias Armaduras Divinas (Kamui).

Os deuses inferiores são vencidos, mas Hades surge em seu verdadeiro corpo para a batalha final. Atena recebe sua Armadura Sagrada de Atena e liberta-se do vaso sanguinário. Usando o escudo da Justiça e o báculo de Nike, a deusa da Vitória; Atena enfrenta Hades, mas corre perigo. Seiya é atingido ao tentar proteger Atena e aparentemente está morto. Com a ajuda dos demais Cavaleiros de bronze, Saori lança seu poderoso báculo e elimina Hades. Os Elísios começam a ruir.É hora de Saori e seus Cavaleiros voltarem ao mundo de luz, livre do Grande Eclipse, a Terra.

DE VOLTA DOS ELÍSIOS

Image hosted by Photobucket.comTodos no Santuário perguntam-se o que aconteceu com Seiya e Saori. Os demais CavaleirosImage hosted by Photobucket.com de Bronze voltaram, mas estão separados. Atena está secretamente cuidando de Seiya em uma casa de campo próxima ao Santuário, na Grécia. Seiya está em estado vegetativo há vários meses. Não se pressente nenhum rastro de cosmos em seu corpo inerte em uma cadeira de rodas.

Saori tem um mal-presságio, o perigo ainda não passou para a Terra e os Cavaleiros. No distante e misterioso Mundo Celestial (Tenkai), um estranho encapuzado convoca um aparente prisioneiro dos Céus para eliminar os Cavaleiros de Atena que levantaram a mão contra os Deuses.

PRÓLOGO DE UMA GUERRA CONTRA O MUNDO CELESTIAL

Image hosted by Photobucket.comO jovem, agora dotado de uma máscara, presta reverência e parte com outros Guerreiros Celestiais, os Anjos Theseus e Odysseus, para acabar com a vida de Seiya. Porém, Saori impede que os assassinos cumpram sua missão. Artemis, a deusa da Lua e da caça, aparece perante todos trazendo a noite consigo.

Em troca da vida de Seiya e os outros, Saori entrega a sua irmã, o báculo de Nike. Símbolo do domínio do Santuário e soberania sobre a Terra. Saori parte para a Fonte de Redenção, onde derramaria seu sangue em penitência. Seiya pressente o sumiço de Atena e desperta de sua letargia. Ele encontra com sua mestra Marin e decide partir para o Santuário.

Image hosted by Photobucket.comO Santuário mudou devido aos domínio de Atena. Shina, Jabu e Ichi atacam Seiya, que não consegue elevar seu cosmos. Ele é lançado de um penhasco e acaba encontrando a sua Sagrada Armadura de Pégaso, agora de volta à forma anterior à quase Armadura Divina. Shun, Ikki, Hyoga e Shiryu percebem as mudanças no mundo e partem para o Santuário, onde enfrentam Odysseus e Theseus.

Seiya também luta contra o jovem mascarado, Ícaros. Logo Marin aparece para revelar que na verdade este é seu irmão desaparecido, Touma. Entretanto, isso não muda nada. Touma tenta eliminar Seiya e Marin. Ao encontrar Saori, Artêmis entrega o báculo à Atena que aparentemente elimina Seiya. Ao encontrar com sua irmã e Touma, Atena pede a Seiya que lute mais uma vez e ele se levanta, mostrando que agora pode elevar seu cosmos ao máximo. O golpe de Atena livrou Seiya da maldição lançada pelo golpe de Hades na batalha nos Elísios.

 Image hosted by Photobucket.com Image hosted by Photobucket.com Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.comTouma é derrotado por Seiya, e nos braços de sua irmã percebe que não é um Anjo e sim um humano. Ele recebe, no lugar de Atena, uma flechada de Artemis. A deusa da Lua se impressiona com a atitude de sacrifício de Touma e parece confusa. Seiya tenta atacá-la, mas nesse momento surge Apolo, o deus do Sol e de diversas virtudes. Apolo ameaça Saori, mas acaba sendo desafiado por Seiya. Saori e Seiya se unem e encaram Apolo.

Qual será o desfecho desta batalha? Qual a punição para aqueles que levantam a mão contra os Deuses?

As perguntas pairam no ar, enquanto misteriosamente Seiya e Saori surgem desmemoriados...Mas esse não é o fim do confronto contra Apolo. A batalha apenas começou...

CONTINUA...

PARTE 1

PARTE 2

VOLTA AO SITE PRINCIPAL

1