Matéria produzida por:
Michael Serra - Taizen Saint Seiya. 
Fontes Auxiliares: 
Wikipedia - en.wikipedia.org
Lernou
t & Hauspie Japanese Translator 
NJStar Japanese WP 
Michaelis, Dicionário Japonês-Português e Português-Japonês, Editora Melhoramentos.
Dicionário de Katakana (em Japonês), Editora Golden Garden.
ROWLEY. Michael.
Kanji Pictográfico, Editora Conrad.

 

PEQUENA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA LÍNGUA JAPONESA

 Bem, ninguém aqui é expert no assunto, nem formado nem nada, agente só se vira, principalmente contando com o auxílio de programas de tradução (como o Lernout & Hauspie Japanese Translator e o NJStar Japanese WP) e dicionários (Michaelis Japonês-Português, Michaelis Português-Japonês e o Dicionário de Katakana da Golden Garden Company, além do Kanji Pictográfico da Conrad), mas enfim. Já da pra auxiliar aqueles que tem curiosidade nesta língua. Vamos do princípio (pressupondo que tenham exibição de caracteres japoneses já instalado no computador, pois será necessário, recomendo também que baixem o NJStar ou o JWPce como editor de texto):

 

A escrita japonesa é formada por dois silabários (hiragana e katakana), um conjunto de pictogramas (kanji) e um sistema de romanização de termos (romaji). O mais antigo é o  kanji, importado da China. O hiragana é o produto nacional resultante da adaptação dos principais kanjis a um modo fonético silábico mais fácil de ser compreendido... Nem vou me alongar neste processo histórico. Já o Katakana foi elaborado para preservar a escrita nacional, adaptando termos estrangeiros ao seu vocábulo. Somente é utilizado para isto, ou para onomatopéias, como você pode ver nos mangás...

Nunca fui numa aula de japonês, mas acho que a primeira coisa que ensinam é o Katakana. Só dizendo que a transliteração do katakana que uso, que recomendo e que é mais utilizado no mundo é o Romaji Hepburn (só ficar atento pois existem outros modelos, que mostraremos também mais à frente): 

 

KATAKANA

1º Capítulo - O Silabário.

 

Coluna Vogal A Coluna Vogal I Coluna Vogal U Coluna Vogal E Coluna Vogal O
(a) (i) (u) (e) (o)
(ka) (ki) (ku) (ke) (ko)
(sa) (shi) (su) (se) (so)
(ta) (chi) (tsu) (te) (to)
(na) (ni) (nu) (ne) (no)
(ha) (hi) (fu) (he) (ho)
(ma) (mi) (mu) (me) (mo)
   
(ya) (i) (yu) (e) (yo)
(ra) (ri) (ru) (re) (ro)
 
(wa) (wi) (u) (we) (wo)
(_n)

 

Entre parênteses a forma escrita em romaji. 

A família do 'ha' tem sua pronúncia aspirada forte. A família do "ra" tem som de "r" fraco.  Já o S é sempre forte, sibilante, deixando o som fraco ao Z (ver mais abaixo). O 'shi' como Shiryu, e o 'chi' como Tchau. Por fim 'ya' e 'wa' se pronunciam como vogais. 

Em vermelho estão em desuso, nem se preocupe com eles. Em azul katakanas que possuem situações especiais, ver mais a frente... Estes são os katakanas básicos, antes de adentramos em outros... vamos realçar a diferenças destes para memorizar:

 

(a) (ma)

 

Os katakanas para a vogal 'a' e a silaba 'ma' são muito semelhantes, a diferença básica (como alias em quase tudo nas escritas japonesas) é no sentido e na extensão do traço. Neste, o traço inferior do 'a' é puxado da direita, indo a baixo, curvando à esquerda. Já no 'ma' é um traço curto, quase reto, da esquerda para a direita. 

 

(shi) (tsu)

 

O traço maior do 'shi' é traçado de baixo pra cima, da esquerda pra direita, e os tracinhos tendem a ficar um em cima do outro. O 'tsu' é traçado da direita pra esquerda, de cima à baixo, e os traços ficam em posição lateral um ao outro.  

 

(no) (so) (_n)

 

Bem a diferença do 'no' para o 'so' nem precisa ser dita. Este '_n' somente é usado em fim de silabas, como em Andrômeda. Seu traçado é de baixo pra cima, da esquerda pra direita. O 'so' é justamente o inverso. Repare nas posições do tracinho, no 'so' ele se encontra à esquerda do começo do seu traçado, quanto no '_n' está acima.   

 

Fora estes, só tomar cuidado com o 'ke' e o 'ku'; com o 'u' e o 'wa'... A diferença entre eles são meros tracinhos. Continuando:

 

Coluna Vogal A Coluna Vogal I Coluna Vogal U Coluna Vogal E Coluna Vogal O
(ga) (gi) (gu) (ge) (go)
(za) (ji) (zu) (ze) (zo)
(da) (ji) (zu) (de) (do)
(ba) (bi) (bu) (be) (bo)
(pa) (pi) (pu) (pe) (po)

 

Estes também são katakanas básicos, mas derivados daqueles primeiros de cima, repare, derivados da linha do K, S, T e H. Os dois tracinhos em cima destes kanas se chamam 'tenten'. A bolinha esqueci como se chama, não sinta vergonha em chamar ela de bolinha mesmo.

A turma do 'ga', 'ge' tem sua pronúncia como "gue".

Agora vamos aos casos especiais:

 

(shi) (ji) (ji) (chi) (zu) 
"tsu"
(zu) 
"dzu"
(fu)

 

Não dizem que japa fala enrolado? então, não só por isso, mas principalmente por estes fonemas aí. Se a sequência ocorresse normalmente o 'shi' seria 'si'. Os dois proximos seriam 'zi' e 'di'; o 'chi' seria o 'ti'; o 'tsu seria o 'tu', assim como o 'dzu' seria o 'du'. Por último o 'fu' seria o 'hu'. Mas sabe-se lá por que cargas d'água, os japoneses não conseguem pronunciar o modo que seria o 'correto'. 

Bem agora prestem atenção nestes katakanas:

 

(a) (i) (u) (e) (o)
   
(ya) (i) (yu) (e) (yo)

 

São as vogais e semi-vogais. Ok... Existem usos especiais para eles também, junto com os citados logo acima. As vogais aparecerão sub-escritas, formando novas silabas:

 

シャ   シュ   ショ
(sha)   (shu)   (sho)
ジャ   ジュ   ジョ
(ja) "ja"   (ju)   (jo)
ヂャ   ヂュ   ヂョ
(ja) "dja"   (ju)   (jo)
チャ   チュ   チョ
(cha)   (chu)   (cho)
ファ フィ   フェ フォ
(fa) (fi)   (fe) (fo)
ヴァ ヴィ ヴェ ヴォ
(va) (vi) (vu) (ve) (vo)

 

 O 'sha' e família é formado pelo katakana do 'shi' + a família do 'ya'. O mesmo vale para o 'ja' e o 'cha'. Existem dois modos de se escrever o 'ja', o consenso de quando usar um ou outro é: quando a palavra estrangeira original com esse som for com ''jota'' (J) ou ''gê'' (G), use o 'ja' da família do 'shi'; quando a palavra estrangeira for com ''dê'' (D) use o 'ja' da familia do 'chi'.

O 'fu' forma toda a linha dos fonemas derivados do "F". Assim como o "u" com tenten forma o "V", mas atenção, não é muito comum o uso da família do 'va'; este som é mais representado com uma adaptação com 'ba'. Assim, Valentine comumente é escrito "Balantaine".  

Existem ainda muitas outras combinações que usam a família do "ya" (tais se chamam yoon) e as vogais subescritas, contudo sem muitos problemas de identificação. Bem de modo geral temos tudo isto:

 

Silabas Derivadas das Vogais

Silabas Compostas das Semi-vogais

a i u e o ya yu yo
               
ka ki ku ke ko キャ kya キュ kyu キョ kyo
sa shi su se so シャ sha シュ shu ショ sho
ta chi tsu te to チャ cha チュ chu チョ cho
na ni nu ne no ニャ nya ニュ nyu ニョ nyo
ha hi fu he ho ヒャ hya ヒュ hyu ヒョ hyo
ma mi mu me mo ミャ mya ミュ myu ミョ myo
ya yu yo
ra ri ru re ro リャ rya リュ ryu リョ ryo
wa wi we wo
_n
ga gi gu ge go ギャ gya ギュ gyu ギョ gyo
za ji zu ze zo ジャ ja ジュ ju ジョ jo
da ヂ (ji) ヅ (zu) de do ヂャ (ja) ヂュ (ju) ヂョ (jo)
ba bi bu be bo ビャ bya ビュ byu ビョ byo
pa pi pu pe po ピャ pya ピュ pyu ピョ pyo
       

(modernos)

     
イェ ye
ウィ wi ウェ we ウォ wo
ヴァ va
ヴィ vi vu ヴェ ve ヴォ vo ヴャ vya ヴュ vyu ヴョ vyo
シェ she
ジェ je
チェ che
ティ ti トゥ tu テュ tyu
ディ di ドゥ du デュ dyu
ツァ tsa ツィ tsi ツェ tse ツォ tso
ファ fa フィ fi フェ fe フォ fo フュ fyu

 

Reparem nestes últimos que ainda não expliquei. Lembra que não existia originalmente Ti, Tu, Di, Du? Por pressão do ocidente com o passar do tempo estas silabas vão sendo melhor adaptadas e condicionadas a fala japonesa, mas tem uma letra que pelo visto nunca será aceita neste sistema: "L". Todos os fonemas estrangeiros com esta letra passa ao japonês como uma silaba da família do "ra", mesmo quando o "L" for ao final da silaba.

Já que estamos falando de transcrição, vamos a um novo capítulo:

 

KATAKANA

2º Capítulo - A Transcrição de Línguas Estrangeiras ao Katakana.

 

Primeiro... O mais importante a ser dito é que isso é um processo fonético, pouca relevância tem a grafia da palavra original, praticamente só a pronúncia é tida em consideração. (ainda assim, a grafia influenciará em alguns detalhes para ajudar a diminuir a enormidade de termos ambíguos). Todavia, por alguns usos de origens tradicionais, algumas palavras foram "katakanizadas" ao longo da história mais por sua semelhança escrita que falada (como alguns nomes do grego clássico do Episódio G).

Segundo... Como cada língua tem sua forma de pronunciar suas letras, haverá um jeito específico de se transcrever ao katakana cada uma delas. Bem, como isto é só uma introdução ao estudo, vamos ficar somente com a língua portuguesa e a inglesa. (Português mais para nomes próprios mesmo, pois a maioria das palavras estrangeiras em uso no Japão são inglesas, alemãs ou francesas).

Terceiro...  A próxima etapa do processo de transliteração é "descobrir" a transcrição correta do som da palavra em letras. Você já reparou que no dicionário existe um símbolos esquisitos que explicam a pronúncia? Não? Aqueles símbolos se tratam do Alfabeto Fonético Internacional, base de todas as transcrições de alfabetos do mundo, pois foi criado para atender a todos os tipos de sons que possam ser pronunciados. Eis o quadro com eles (somente para inglês e português, obviamente):

 

INGLÊS PORTUGUÊS
Símbolo

Vogais

Exemplos

Kana Símbolo

Vogais

Kana
a: Como o a da palavra caro, mais demorado. Melhor em casa. Father, Star アー
(aa)
, (a)
a Como o a da palavra caro. (a)
æ Intermediário entre a de já e o é em fé. Bad, Flat , (a,e)* a: Como o a um tanto alongado de casa. アー
(aa)
L Som do primeiro a em cama. Bud, Love (a) e Como o é em fé. (e)
э Como o a da palavra mesa. Dinner, About ** e Como o e em dedo. (e)
э: Como o eu na palavra francesa malheur. Bird, Burn アー
(aa), (a)
i Como o i em vida, e raros como o e em dente. (i)
e Como o é de fé. Net, Pet (e) כ Como o ó em nó (o)
e Como o e em dedo. Obey (e) o Como o o em nome. (o)
i Semelhante ao i em fácil. Cottage, Bit (i) u Como o u em uva, e raros como o o em livro. (u)
i: Como o i em aqui, mais prolongado. Meet, Beat イー(ii) э Como o a atônio em mesa. (a)
כ Semelhante ao ó na palavra nó. Not, Hot (o) L Como o a um pouco anasalado de cama, cana.  (a)
כ: Idem ao anterior, mais prolongado. Nor, Saw オー(oo) Símbolo

Vogais Nasais

Kana
o Semelhante ao o em novo. Obey (o) ã Som anasalado, como em canto. アン(an)
υ Semelhante ao o em porque. Put (o) Som anasalado, como em dente. エン(en)
u Semelhante ao u curto de uva. Book, Look (u) ĩ Som anasalado, como em fim. イン(in)
u: Semelhante ao u em uva, mais alongado Food, Goose (uu) õ Som anasalado, como em onça. オン(on)
ai Como o ai em vai. Five, Lie アイ(ai) ũ Som anasalado, como em bumbo. ウン(un)
au Como o au em mau. How, About アウ(au)
ei Como o ei em leite. Ray, Play エイ
(ei)
,
エー(ee)
     
ou Como o ou em vou. Note, Cold オー(oo)      
כi Como o ói em bóia. Boy, Boil オーイ
(ooi)
,
オイ(oi)
     
iэ Como o ia em tia. Ear, Here イア
(ia)
,
イアー(iaa)
     
eэ Como o é em fé seguido do a de rua. Care, Fair エア
(ea)
,
エアー
(eaa)
     
uэ Sem equivalente em português. Tour ウアー(uaa)      
ju: Sem equivalente em português. Cube, Müller ユー(yuu)      
Símbolo

Semi-Vogais

Exemplos

  Símbolo

Semi-Vogais

 
j Como o i em mais. Yet, Day (i) j Como o i em dói.

(i)

w Equivalente ao u em mau. Wait, We (u) w Equivalente ao u em mau.

(u)

 

* Após o som de "k", como cat, passa ao japonês como "kya", (kyatto - キャット).

** Varia conforme a escrita, London passa como "o", About como "a". No fim de palavras, como Winner, passa ao japonês como "aa" (uinaa - ウイナー).

 

Prestar sempre atenção, pois como o katakana é um silabário, deve-se por o som da vogal em combinação com a consoante equivalente da palavra no sistema, assim alguns kanas de vogais podem "sumir" deixando seu som na silaba.   

 

Saw -> "soo" -> "++"-> ソー

 

Ah é.. deixa eu explicar esse tracinho . Ele justamente serve pra mostrar quando um som é prolongado (o que no sistema internacional é marcado com ':' ). 

Além disso, serve também para um 'r' de fim de silaba fraco, como em Ar. 

 

Mas continuemos... Primeiro vamos ver as consoantes que não possuem equivalentes exatos em japonês, usando como exemplos de kanas as silabas de vogal A:

 

INGLÊS PORTUGUÊS
Símbolo

Consoantes

Exemplos

Kana Símbolo

Consoantes

Kana
θ  Sem correspondente em português, som aproximado do ce em foice pronunciado com a língua entre os dentes (surdo). Think, Bath. (s)

λ

Como o lh em calha. リャ(rya)
ð  Som do d português pronunciado com a língua colocada de encontro aos dentes superiores (sonoro). That, There. (z) ñ Como o nh em linho. ニャ(nya)
Como em português.  -  (r) r Como o r fraco em arma.

(r)

ŋ  Semelhante ao som de ng em ângulo, mas o g é quase imperceptível. King, Sing. ング(_ngu)
(_n)
ř Como o rr em carro e o r de som forte em rato. (h)
ŋ  Idem, mas com caso com som de nk, ou nc. Ink, Link. ンク
(_nku)

(_n)
Som de U. (não tem som de V em inglês). Wind, Washington. (u)
Como em português.  -  (b)

 

Agora as demais consoantes. As que não foram citadas abaixo possuem seu símbolo fonético igual sua letra, e são comuns ao inglês, português e japonês (b, d, f, m, n, p, t):

 

INGLÊS PORTUGUÊS
Símbolo

Consoantes

Exemplos

Kana Símbolo

Consoantes

Kana
g  Sempre som de gue. Give, Gate. (g) g  Sempre som de gue. (g)
h Com raras exceções, sempre aspirado. Hand, Hold. (h) h Não se pronuncia.
k Como o c em capa. Cat, Cold.  (k) k Como o c em capa.

r Som áspero no início de palavras. Quase imperceptível no fim. Red, Run.
Farm, Arm.
(r),
r Som áspero no início de palavras. Fraco no meio. (r)
s Como o s de silva. Sail, Sea. (s) s Como o s de silva. (s)
z Como o z em zuavo. His, Used. (z) z Como o z em zuavo. (z)
3 Tem som de j como em rijo. Pleasure, Measure.  ジャ(ja) 3 Tem som de j como em rijo. ジャ(ja)
d3 Som de dj como em adjetivo. Age.  ジャ(ja) d3 Som de dj como em adjetivo. ジャ(ja)
ƒ Semelhante ao ch em chá. Ship, Shine.  シャ(sha) ƒ Semelhante ao ch em chá. シャ(sha)

 

Ufa.. ai se foi a parte mais chata, mas ainda restam alguns detalhes...

 

Lembrem-se de "palatarizar" estas silabas:

* "si" e "thi" como em think -> "shi".

* "ti" -> "chi" ou "te", na verdade o "te" mais o "i" subescrito. ティ (ti)

* "di" -> "ji" ou "de", na verdade o "de" mais o "i" subescrito. ディ (di).

* "zi" -> "ji".

* "tu" -> "tsu", ou "tou", na verdade o "to" mais o "u" subescrito. トゥ (tu).

* "du" -> "dsu" não é mais usado... Então "dou", "do" mais o "u" subescrito. (du).

* etc...

 

Silabas mudas, digo com consoantes isoladas (inclusive palavras terminadas em M, como "Planetarium"), ou em digrafos, sempre ganham uma vogal U ou, O, muito raramente, mas MUUUITO raramente, I.

 

Original Romaji Katakana
Planetarium Puranetariumu プラネタリウム
Andromeda Andoromeda アンッドロメダ
Pragmatism Puragumachisumu プラグマチスム
Patch Patchi パッチ

 

A regra é a seguinte. Geralmente "t" e "d" ganham a vogal "o". A letra "k" ganha geralmente o "u" mas algumas vezes o fatídico "i", e o "ch" somente o "i". 

Patch seria somente Pachi, já que o "tch" tem som de "chi", mas palavras com consoantes impares, isoladas, P, T, K, S, CH, e SH como Cut, Pop, Patch etc... tem sua última letra duplicada em romaji, e em katakana acaba ganhando um pequeno "tsu" antes da última sílaba. (este "tsu" é que vira o "t" na forma em romaji de Patch).

Palavras com encontro consonantal também ganham esse pequeno "tsu". Ou ainda palavras com letras distintas, mas com o "som" igual, como Pack.

  

Original Romaji Katakana
Pack Pakku パック
Mesh Messhu メッシュ
Cut Katto カット
Pop Poppu ポップ
Kick Kikku キック
Kiss Kissu キッス

 

Pronto... Este é todo o procedimento usado na transcrição. Atenha-se ao fato que é um sistema silábico, então as silabas somente podem ser:

* Consoante + Vogal.

* Consoante + Vogal + Vogal Sub-escrita.

* Consoante + "ya" sub-escrito + Vogal.

* Consoante Geminada + Vogal.

* Simples Vogal. (existem encontros de vogais).

* Ou o "_n" de final de sílaba.

 

Vamos a um passo a passo resumo:

 

1º Inglês  This is only the first step to learn Japanese.
2º Fonética  ðis is ounli ðэ fэ:st step tu: lэ:n d3æpэni:z
3º Transcrevendo  jis is ounli da faast step tuu laan djepaniiz.
4º Silabando  jisu isu ounli da faasuto sutepu tuu laan djepaniizu.
5º Romaji  jisu isu oonri da faasuto suteppu tou raan djepaniizu.
6º Katakana  ジス.イス.オーンリ..ファースと.ステップ.トウ.ラーン.ジェパニーズ.

 

Um exemplo em português agora:

 

1º Português  Esta é somente a primeira etapa para aprender japonês.
2º Fonética  estэ e sכmenti a primejra etapэ parэ aprder 3apones
3º Transcrevendo  esta e somenti a primeira etapa para aprender japones.
4º Silabando  esuta e somenti a purimeira etapa para apurendee japonesu.
5º Romaji  esuta e somenchi a purimeira etapa para apurendee japonesu.
6º Katakana  エスタ..ソメンチ..プリメイラ.エタパ.パラ.アプレンデー.ジャポネス.

 

Este resultado somente seria usado por alguém que quisesse dar ênfase a uma frase, ou estivesse cantando talvez. Pois obviamente não são todas as palavras de um língua estrangeira que um japonês usaria em sua fala corriqueira. Propriamente em japonês a frase seria:

 

これはのみ日本を学ぶための最初のステップです。

  

setstats 1